segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Um novo Djset para vocês...



Clique no Flyer para Ampliar e venha prestigiar
este grande evento com boas discotecagens,
performances e um autêntico Buffet Vamp
Neste Djset compartilho músicas que me inspiram e que marcaram alguns dos muitos momentos divertidos que viví como Dj em todos estes anos.Todas elas tem uma grande possibilidade de serem ouvidas nas minhas discotecagens nos eventos "CARMILLA:A Noite Vamp do Mini Club" (nosso novo evento mensal) que estréia neste sábado 18 de Agosto de 2012 ,no delicioso STEAMPUNK AVENTURAS FANTÁSTICAS no sábado 25 de Agosto e e bem como podem ser ouvidas no "FANGXTASY:Evento Goth & Vamp" em 7 de Setembro de 2012 que já está indo para a segunda edição..ou ainda no programa VOX VAMPYRICA todas as quartas-feiras das 21h ás 0h na Acidic Zone Webradio, no site oficial do programa...e esporádicamente na RADIO ARCANO XXI do querido Rubens Lacerda(que me ajudou com seu equipamento a gravar este Djset para vocês!!!)Boa Música!Boa Diversão!  


A Segunda edição da exótica festa criada
pela estilista Lili Angélika da grife
Fetishe Furry conta com perfomances,
Poesia e boa música lá no MiniClub!
1.Siouxsie and the Banshees: Face to Face: Conhecí essa música ainda adolescente ao assistir o videoclipe dirigido pelo Tim Burton.A música foi o tema da Mulher-Gato na produção "Batman:O Retorno".O filme não foi tão legal assim, mas pelo menos apresentava um Batman bem dark e um vilão cujo o nome era inspirado no do ator que fez o Nosferatu do começo do século passado.O Destaque foi Michelle Pfeiffer interpretando a visão burtoniana da Mulher-Gato...e o Danny DeVitto fazendo um Pinguím grotesco...Enfim, é uma das minhas músicas preferidas desta banda juntamente com Hong Kong Garden e Cities in Dust (imortalizada nas discotecagens do Eduardo Gyurkovitz e também do Pé-de-Vento) 

2.Otto Dix:Gallateja:Um dia a Lilith Melanie do Grupo de Tribal Vampyrico chamado Dracula´s Brides me falou desta banda e que eu precisava ouvir o som deles.Foi tiro e queda, fiquei fascinado pelas faixas Bellyjpeppel, Antichrist e Gallateja.Algum tempo depois os colegas Djs Lucius e Maryan também me indagaram se eu conhecia o som, daí em diante foi uma banda russa que nós três passamos a discotecar fervorosamente nos Djsets do evento "SUBMUNDO" em 2010. Não me esqueço quando mandei o som deles lá em Brasilia na Vampyric Black Blood Party da Kell Kill e da Vampy Lu e a pista cheinha quase no fim da balada cantarolou alguns versos juntos de Bellyjpeppel... 

Fangxtasy o sensacional evento Vamp & Goth
vem para sua segunda edição lá no Poison
Bar & Balada com novidades e surpresas...
3.Blutengel: Ordinary Darkness (Tramenherz Version): Os Vamps do Blutengel tem me surpreendido positivamente com seus lançamentos regulares.Certamente Vampire Romance, Angel of Darkness, Lucifer e muitas outras são hits imbatíveis - ainda assim "Ordinary Darkness" tem um sabor especial para mim e minha amada Xendra. Gosto da letra desta música e dos duetinhos do Chris Pohl e da... .Basicamente falam da experiência ou vivência que os místicos chamam de "Noite Escura d´Alma" onde todas ilusões e aquilo que nos apegamos como a totalidade do nosso ser, desvanescem, corroendo e diluíndo a tudo aquilo que é idealizado e artificializado demais... 

4.Tristesse de la Lune: Ninive: Para alguns pode soar como uma provocação mandar Tristesse de la Lune depois de Blutengel, afinal esta banda é composta por ex-integrantes do Blutengel que deixaram a banda em situações adversas há muitos anos atrás.O hit mais conhecido destas moças talentosas é "Queen of the Damned" exaustivamente tocada em pistas já há alguns aninhos...Em "Nínive" temos um tema mitológico (aliás mais um!), era uma poderosa cidade assíria onde era cultuada a deusa "Ishtar" uma deusa que era a expressão do amor, da paixão e de suas turbulências em todo o ecossistema...There is only one way...You can find your truth...Find your wings...And swing in the air... 

Não poderia ficar sem mencionar o quanto o Cortejo Vampiricoe
festa de 10 anos da Campanha DIA DOS VAMPIROS meanimou e me
encheu de orgulho dos Vamps Brasileiros!
5.L´Ame Imortelle:Things will never be the Same Na segunda metadede 2004 eu comecei a inserir mais músicas atribuídas ao chamado "Darkelectro" e também ao "Electrogoth" nos meus Djsets.Meu primeiro Djset do gênero foi numa festa que eu co-produzí numa casa alternativa na Vila Madalena que tinha duas pistas...eu ainda estava um pouco inseguro de como seriam os resultados...que foram incríveis o meu horário na segunda pista de dança só com DarkElectro e Electrogoth simplesmente esvaziou a outra pista e toda a festa ficou concentrada alí...o que me rendeu a inveja do outro Dj que discotecou as moscas naquela noite no mesmo horário...enfim, paciência cada um faz o melhor que pode né(até hoje ele surta de ouvir o meu nome...rssss...)!Deixando as piadinhas de lado, felizmente neste meu aprendizado musical no gênero do Darkelectro e do Electrogoth contei com uma boa aula do Dj Alê Morcegon lá do ABCD Paulista(2004), e anteriormente do Dj Pherro e do Dj Alexandre Twin (nos tempos do Gotham Pub) que foram os caras cujo os djsets escreveram e modelaram estes e outros estilos mais "electro" na noite alternativa paulista.Não havia  exatamente um consenso ou uma margem informativa muito clara na cena local que delineava a região fronteiriça entre Darkelectro e Electrogoth - ficando a gosto de cada Dj a classificação das bandas e das músicas em um gênero ou no outro.Aprendia-se sobre os estilos a base da "orelhada" ouvindo uma coisa de um setlist e de outro, numa festa aqui e acolá, e por aí seguia...Uns anos antes ainda houve até uma certa confusão de ambos os estilos serem enquadrados como "TechnoGoth" - rótulo paulista que felizmente não vingou.


6.Abney Park: Sleep Isabella: Não vou discutir o que é ou o que possa ser Steampunk Music - basta olhar o visual, a estética e a sonoridade que já podemos delinear que temos alí, estranhas engrenagens criativas mesclando influências de rock, eletro, industrial e outras coisinhas étnicas....Tenho certeza que o rótulo ou a denominação encaixa-se perfeitamente ao trabalho do Abney Park tanto musical como visual.Adoro o conceito da banda ser um grupo de piratas aéreos que viajam pelo mundo num futuro distópico.Descobrí eles entre os anos de 2007 e 2008 apresentado por um amigo produtor de festas norte-americano radicado em París, rapidamente inserí eles nos meus Djsets na extinta The MaoZoleuMWebRadio e posteriormente na extinta Radio Vampyrica - ambos os projetos foram re-paginados no programa semanal Vox Vampyrica.Acabei sendo o primeiro Dj deste gênero exótico no Brasil.Atualmente a cidade de São Paulo hospeda um evento exclusivamente dedicado a esta cena chamado Steampunk Aventuras Fantásticas produzido pela estilista Lili Angélika da grife Fetish Furry no qual sou Dj residente lá no Miniclub; 


7.Miranda Richards:Feel Regret: Projeto paralelo da vocalista do excelente "Faith and the Muse".Fui apresentado a banda inesperadamente por um amigo querido chamado "Fauno" que descobriu a banda e ficou no meu pé enviando mp3 deles para mim...Então, foi paixão imediata pelo som deste projeto.A mistura de camadas musicais, o tom orientalista e a levadinha pagã da letra rendem felizes jornadas pela mente e o espírito. 

8.Hagalaz: Hagalaz Rune Dance: Nas duas outras músicas anteriores evoquei um clima onírico e de feitiçaria que se consomem com soberba neste momento - nos arremessando para o norte da europa em tempos pagãos, quando Völvas e Síbilas traçavam suas runas e emaranhavam os fios dos destinos de vivos e mortos.Hagalaz é uma runa que fala sobre morte-renascimento e que algo tem que morrer para que o novo possa nascer. Estranhamente tal runa em uma de suas formas chamada Hexenstern é a mãe de todas as runas, pois todas podem ser desenhadas a partir dela...Daí em diante, nada mais direi, curta o som e boa viagem. 

9.Sopor Aeternus: A Strange Thing to Say: A minha música favorita do "Sopor" era o cover de Paranoid do Black Sabbath (Duendes Infernais...rsss) e famosa Hades-Pluton.No entanto esta música do seu último álbum foi uma das mais legais que escutei deles.Cheguei a mandar ela nos tempos que o Alquimia Gothic Nights (dos queridos Daniel Denk e Lillith Elizium) ainda ficava em Santo André e uma outra vez em São Paulo numa festa do Dj Pé- de-Vento perto do metrô Marechal Deodoro.De certo modo acho que ela faz um bom encerramento saturnino para este Djset...

Repassando a agenda:

18/8 "CARMILLA:A Noite Vamp do Mini Club" 
25/8  STEAMPUNK AVENTURAS FANTÁSTICAS
7/09 FANGXTASY: Evento Goth & Vamp"
15/09 "Carmilla:ANoite Vamp do MiniClub #2Ed.
...

Saboreie também...

Outras postagens interessantes