segunda-feira, 25 de julho de 2011

Formas de Vida Superiores?


Sim, eu sou um Vamp! Aposto que nínguem sabia...enfim, se quiser saber mais sobre o que é isso, leia aqui...desde 2003 ou 2004 eu sempre postulei publicamente a nobreza e a dignidade do gênero Vamp - desde a Subcultura,suas vertentes fashionista e de cosmovisão á produção cultural fantástica deste meio sócio-cultural - e a incompatibilidade e o sentimento vexatório que sinto quando a palavra "vamp" e correlatas são utilizadas para designar certos políticos e suas políticagens...termos como parasita ético são muito mais interessantes para retratar tais canalhas.Se há alguma compatibilidade entre "ética" e "paraista"...ela só pode ser explicada pelos tais políticos picaretas...Vamos a nossa terceira postagem oficial!

Antes de começar, vale recordar que cronistas franceses há alguns séculos se divertiam associando a imagem de vampiros a políticos.Na década de noventa tivemos uma re-leitura bem legal deste costume nas histórias em quadrinhos...ou melhor...na adaptação para os quadrinhos da obra Rainha dos Condenados, que contou com as artes do artista brasileiro Caribé - ele incluiu retratos de diversos personagens vampirescos com traços dos políticos brasileiros daquela época - artes que inclusive foram bastante elogiadas pela própria Anne Rice.Infelizmente a tiragem desta obra foi limitada e só uns raros privilegiados no Brasil tiveram a oportunidade de contemplar este maravilhoso trabalho.Enfim, Anne Rice estará no Brasil durante os festejos da Bienal do Livro do Rio de Janeiro no segundo semestre de 2011...quem sabe eu vá até lá para pegar uns autógrafos e abraça-la pessoalmente!



- Há alguns dias fiquei chocado com as declarações do atual presidente do IBAMA para a imprensa internacional: "Vamos fazer com os índios, o que vocês (australianos) fizeram com os aborígenes!"Inclusive olha o video legendado deste momento aqui...
(*meus agradecimentos ao Marcos, amigas e amigos da Pensamento Verde por compartilharem tal informação)

- Hoje 25 de Julho um dos diretores do IBAMA decidiu que é mais simples sacrificar animais silvestres contrabandeados do que devolvê-los ao seu habitat ou a ONGs e grupos responsáveis que poderiam re-climatizar tais animais.Tem alguma coisa errada aí?Olha que isso partiu dos líderes de uma agência governamental de preservação ao meio-ambiente, mas vamos ao relato fideligno:
"O superintendente do Ibama, Mário Lúcio Reis, afirmou que não há como devolver as 270 aves venezuelanas (apreendidas ontem, dia 20) ao país de origem. Por isso, os animais serão sacrificados. "Não temos estrutura para mandá-las de volta e nem introduzí-las na fauna brasileira. Os canários, rouxinóis e pintassilgos deverão ser sacrificados", assinalou Reis. O delegado do meio ambiente, Carlos André Gastão, confirma o possível destino das aves. "É complicado fazer a reintrodução no Brasil", disse o delegado." Neste momento está acontecendo um abaixo-assinado contra este massacre bem aqui,
- Mas para piorar o "trem-dos-horrores" - só um pouquinho mais - o atual presidente desta agência (IBAMA) - responsável pela participação e declarações indeléveis acima - também pontou que sua agência só está alí para minimizar danos...Mais um caso de parasitismo ético comprovado...sangue-sugas e carrapatos tem ética?Pelo que sei apenas se penduram em quem puderem e sugam até se explodirem...Na política, no cargo público, na instituição ou no índividuo... Seria isso uma prova de sua elevação ou desenvolvimento espiritual comprovado?Olha, pode ser que sim...Vamos ao próximo caso...

"O Senador Blairo Maggi tem o disparate de afirmar que a sociedade participou da discussão do novo Código Florestal. Além disso, segundo ele: "existem leis que pegam e leis que não pegam".
Como sabemos, a sociedade não foi consultada e ainda, mais especificamente, a comunidade científica não foi ouvida. As alterações propostas pelo Deputado Aldo Rebelo são um retrocesso e constituem um perigo à biodiversidade e até ao agronegócio.
Esperamos muito mais dos políticos brasileiros, especialmente, que eles se preocupem em fazer cumprir as leis e não alterá-las por conta de interesses pessoais.
Dessa forma, expressamos a nossa indignação e reiteramos que 80% dos brasileiros são CONTRA as mudanças no Código Florestal
Links importantes:

Blairo Maggi: sociedade participou da discussão do novo Código Florestal

O código florestal e a ciência

Relatório Ipea - levantamento detalhado sobre as conseqüências do novo Código para as Áreas de Proteção Permanente (APPs) e Reservas Legais (RLs) do país.

SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA RESPONDE ÀS CRÍTICAS ATRIBUIDAS AO DEPUTADO ALDO REBELO

Conheça o Blairo Maggi na Wikipedia.
. . .

Vai lá, a situação é assim.Tem muito mais e vamos ampliando por aqui nos próximos dias.Como não aprecio o tom de criticar sem deixar algo útil...escrevo alguma coisa para que ao menos ofereça uma idéia de mudança da situação...

Vale dizer que só muda quando todos cidadãos saírem do comodismo pessimismo crítico e de otimismos furados - independente de toda e qualquer ideologia - e passarem a vigiar, administrar e cobrar dos seus representantes as posturas e propostas que os elegeram.

Uma tática bem legal, inclusive praticada por mim, é semanalmente enviar emails para todos senadores e deputados com informações, cobranças de postura e de coerência para com as propostas e posicionamentos que os elegeram.Naturalmente isto me custa algumas horas semanais, no entanto o resultado é bom - pois ocupo meu pouco tempo livre, fazendo algo mais útil do que apenas criticar ou prantear o que está acontecendo neste território brasileiro...

...desde 2005 e com ênfase em 2006 em diante algumas direções da Subcultura Gótica tentam veladamente cultivar uma apatia e um "senso de apolítico" na cena frente a questões políticas...tratando o tema como "uncool" ou "blazé"...e que a forma correta perante tais assuntos é apenas ignora-los ou defender "as conclusões governamentais pois são corretas onde já se viu criticar um governo tão bom e justo..."

Históricamente falando, as coisas eram bem diferentes na década de noventa - discutia-se política na cena - o que contraria a política do "é tudo diversão e é só isso" que certos gurús de hoje pintam em estranhas letras sobre realidades fantásticas que não existiram...Frente a questão política brasileira, devem fazer isso, para evitarem comparações...assim como é na cultura dominante é na subcultura gótica...que ao invés de alternativa vai se curvando e se tornando "sub" de submissa mesmo pela repetição velada de comportamentos e padrões de atitude "dominantes" aos quais ela postulava ser alternativa...Enfim, esta idéia de "parasitismo ético" deve ser o "most cool of the moment!!!" - Não curtiu?Cuidado seu ingresso vip ou descontão na baladinha pode ser caçado...^^

- Alguma diferença da política dominante do governo brasileiro?

"Onde quer que haja poder, haverá resistência a ele.E o controle da comunicação foi sempre a forma fundamental de exercício do poder"Manuel Castells

É de se pensar...

Saboreie também...

Outras postagens interessantes